Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2006

WWE Armageddon - Resultados

Decorreu este domingo o mais recente PPV da WWE, o Armageddon, contando com vedetas do Smackdown!. Foi um grande evento, ainda que sem mudanças de títulos. (Descobri também que devia passar a jogar no Totobola, porque nas previsões que postei aqui ontem só falhei no combate do Benoit...)

Combate de Singulares Inferno
Kane vs. MVP
Duração do combate: 8 min
Para começar a noite, um combate quase squash. MVP só teve dois momentos de ofensiva: um no início, antes de Kane lhe aplicar um Chokeslam, e outro depois de Kane lançar fogo às protecções dos cantos, quando com vários Dropkicks quase empurrava o Big Red Monster para as chamas. Depois, MVP vê-se projectado para o exterior, Kane segue-o voando com uma Flying Clothesline, e pouco depois empurra o seu opositor de costas para o fogo, ficando parte das costas do novato em chamas.
Vencedor: Kane

Nos bastidores, Teddy Long anuncia um combate de lingerie de Divas para mais logo.

Teddy Long anunca também, antes do combate seguinte, que houve uma alteração nos planos, e em vez de um simples combate pelos títulos de campeões de equipas entre London/Kendrick e Regal/Taylor, teremos um combate de escada, com os Hardys e os MNM!

Combate de equipas de escada pelo título de Campeão de Equipas da WWE
Pau London & Brian Kendick (cc) vs. William Regal & Dave Taylor vs. The Hardy Boyz vs. MNM
Duração do combate: 20 min (e mais fossem!)
Que combate impressionante! Tinha grandes expectativas para o combate conforma estava marcado, e esperava mudança de título. Mas esta alteração ocorreu pelo melhor, e os campeões acabaram por manter, e parece estar por ora afastado o cenário de separação de London e Kendrick. Foi um espectáculo incrível, com 20 minutos de puro entretenimento, com um momento assustador. A dada altura, Joey Mercury e Johnny Nitro estavam na escada quando Jeff Hardy se projector das cordas sobre eles. No entanto, por azar, atingiu Mercury na face, e este ficou a sangrar profusamente do nariz, tendo de ser retirado do combate. (Veio a saber-se que recebeu 5 pontos no interior do nariz e 15 no exterior, e mal cosnegue abrir o olho direito.) De resto, pormenor engraçado de Regal e Taylor terem descoberto que têm medo de alturas, o que os impedia de subir a escada muito alto. E o final do combate, foi um espectáculo como de costume. Kendrick conseguiu aplicar o seu Sliced Bread #2 a Regal da escada, e London foi mais rápido a subir a escada e capturar os títulos. Foi o combate da noite.
Vencedores, e ainda campeões: London & Kendrick (cc)


Combate de singulares
The Miz vs. The Boogeyman

Duração do combate: 3 min
Meu dito, meu feito. Pior combate de noite. Se é que se pode chamar a isto combate... Foi, aliás, o único mau momento da noite (para além da lesão de Mercury). A única coisa que descobri é que o Boogeyman é provavelmente o pior wrestler da WWE.
Vencedor: The Boogeyman

Nos bastidores, Chavo Guerrero promete a Vickie que ganhará o título por ela.

Combate de singulares pelo título de Campeão dos EUA
Chris Benoit (c) vs. Chavo Guerrero (c/ Vickie Guerrero)
Duração do combate: 12 min
Ora bolas, e eu que tinha tanta certeza que o Chavo ia ganhar... Foi, ainda assim, mais um excelente combate, com alguns momentos fantásticos, como por exemplo o counter de Benoit aos Three Amigos de Chavo com oito (!!) German Suplexes consecutivos. Vickie acabou por tentar intervir, como se esperava, e Chavo, aproveitou a distracção para quase conseguiu o pin com um Roll Up. Só que Benoit transformou o Roll Up no Sharpshooter, e acabou por triunfar.
Vencedor, e ainda campeão: Chris Benoit (c)

Combate de singulares pelo título de Campeão Cruiserweight
Gregory Helms (c) vs. Jimmy Wang Yang
Duração do combate: 11 min
Foi o combate que se esperava. Helms tem um leque extremamente variado de golpes, e Yang as suas manobras ofensivas. Só que, como disse antes, Yang não tem carisma, não é visto como um opositor à altura, e o público acabou por cantar "aborrecido" várias vezes durante o combate. Helms acabou por manter o seu título com toda a naturalidade, e para surpresa de ninguém.
Vencedor, e ainda campeão: Gregory Helms (c)

Combate de Singulares Last Ride
The Undertaker vs. Mr. Kennedy
Duração do combate: 21 min
Ok... que dizer deste combate? Esta estipulação transforma qualquer confronto não num combate de wrestling, mas numa luta, e apenas numa luta. E foi exactamente isso que se passou aqui. Kennedy ainda partiu o vidro do carro funerário com a cabeça de 'Taker, mas sem conseguir capitalizar a vantagem. Kennedy chegou mesmo a projectar 'Taker para fora do palco da entrada, arrastá-lo para o carro, e ligar o motor, mas aí o Deadman sentou-se e expulsou Kennedy do veículo. Aí, chegámos a um ponto sem retorno. Undertaker aplicou um Chokeslam e um Tombstone Piledriver ao seu oponente no topo do carro, e conduziu-o para fora da arena, sagrando-se vencedor. (Mais uma vez, apesar de supostamente 'Taker "promover" os mais novos, é o veterano que sai por cima no combate principal de uma feud. Kennedy junta o seu nome aos de Booker T, Heidenreich, Randy Orton, entre outros, que depois de serem "promovidos" pelo Undertaker ainda ficaram com menos credibilidade que no início. Começa a irritar bastante...)
Vencedor: The Undertaker

Nos bastidores, Finlay e Booker juraram fidelidade... no combate de mais logo.

Depois, veio o habitual momento triste, com um tipo vestido de Pai Natal, que afinal era Big Dick Johnson, vindo ao ringue apresentar algumas Divas em roupas deixam pouco à imaginação. Absolutamente deprimente, idiota, sem sentido, cujo único target só podem ser homens deprimidos e solitários ou miúdos burros. Não sei porquê, mas quando vejo estes segmentos apetece-me gritar "TNA"...

Combate de Equipas
Batista & John Cena vs. King Booker & Finlay
Duração do combate: 12 min
E chegou o Main Event, com um Cena ainda não consensual e um Batista em grande com o público. Não teve de nada de especial, e poderia ter sido o Main Event de um programa e não de um PPV, mas ainda assim não foi um mau combate. Os heels aproveitaram a lesão inflingida no último Smackdown! em Cena, que foi castigado durante boa parte do combate, chegando mesmo a ser atingido com o ceptro de Booker. No entanto, o campeão da WWE acabou por recuperar, e nem a interferência de Lil' Bastard evitou o tag com Batista. Aí Batista entrou e tudo se alterou. Nem Finlay e Booker juntos conseguiram infligir dano no campeão do Mundo, e mesmo uma cadeirada de Finlay não teve qualquer efeito, senão forçar o Animal a projectar o irlandês para fora do ringue. Sobrou Booker, que após uma Batista Bomb se viu derrotado pela equipa mais forte.
Vencedores: Batista & Cena

Maior Pop:
- Combate de escada
- Batista
- Undertaker

Maior Heat:
- Booker & Finlay
- Combate Helms vs. Yang
- Chavo & Vickie Guerrero

No geral, pela qualidade dos combates, foi um grande PPV, sem qualquer comparação com o da ECW. Ignorando o inevitável espectáculo deprimente de Divas, se a palhaçada do Boogeyman, que há uns tempos foi despedido e deiva ter-se mantido assim, não tivesse sido marcada, este teria sido um PPV sem mácula. A divisão Smackdown! está (quase) toda de parabéns, porque por mais curto que seja o plantel, por mais saques que os outros programas levem a cabo nas suas fileiras, continua no topo no que toca a espectáculo. Nesta noite foi coadjuvada pelos Hardys e pelos MNM, que não têm programa definido, mas mesmo assim a marca continua com toda a força.

tags:

suck it by: WWE-Xtreme às 10:01
link do post | comentar | favorito
Wrestling Impact o teu site de wrestling!